Cenário de Tintas no Brasil em 2022

Segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas, o volume de tinta produzido no último ano foi de 1626 litros, representando um crescimento de 5% em comparação a 2019. As tintas imobiliárias foram impulsionadas pelo boom do home office e a tendência do “faça você mesmo”.




O crescimento do setor de tintas durante a pandemia fez com que as fabricantes e revendedoras adaptassem o modelo de negócio, passando a levar mais ainda em consideração as demandas recebidas, acompanhando o novo comportamento do consumidor. Existem ainda marcas que estão lançando novas cores e tipos de tinta, para agradar gostos de todas as famílias que quiserem adaptar a decoração e o acabamento de suas casas.


Outro fator que ainda puxa o crescimento do setor para o próximo ano é a demanda reprimida que 2020 deixou em todo país. Muitas obras estão voltando apenas agora no segundo semestre, o que aumentou a busca por diversos produtos de construção e acabamento. Diversas empresas e lares que estão em obras, investem em tintas de rápida aplicação e principalmente, ecologicamente sustentáveis.


A tecnologia está cada vez mais presente no mercado de tintas, e os tipos vão desde a modelos que cobrem a parede com uma única demão, a tintas antichamas com cores vivas, fazendo uma alusão aos tons da natureza. O mercado está atento as exigências do consumidor em cada aspecto, seja na praticidade da compra aos benefícios de adquirir tal produto. Em cada compra, o cliente vem valorizando ainda mais itens como durabilidade, tecnologia, resistência e principalmente a facilidade na aplicação.


Uma área dentro desse mercado que seguirá tendência até o próximo ano também são as tintas para móveis residenciais. Com a pandemia, diversas pessoas decidiram redecorar muito além das paredes e deram um tapa no visual dos móveis. Por isso, diversas fabricantes de tintas estão ampliando as suas linhas de produtos para itens mais específicos, para que possam atender a demanda diversificada e se manterem competitivas em um mercado com tantas opções.


De maneira geral, o mercado segue muito aquecido para o consumidor residencial, onde a valorização de produtos para acabamento de casas e apartamentos já é uma realidade em 2021 e as maiores fabricantes nacionais de tintas estão se reinventando mesmo com todas as adversidades da pandemia de Coronavírus.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
whatsapp-logo-1.png